quinta-feira, 1 de junho de 2017

Os aplicativos Android podem alavancar a adoção dos Chromebooks?

A Google está apostando em disponibilizar os aplicativos Androids nos Chromebooks na esperança de atrair mais usuários para a sua plataforma. Mas será que é isso que o mercado está buscando?




A Google anunciou na sua conferência anual de desenvolvimento do ano passado a disponibilidade de uma versão beta do seu engine para rodar apps Android no Chrome OS. Este anúncio foi muito comemorado pela comunidade que acreditou que essa decisão poderia promover os dispositivos Chrome à um novo patamar de computação e que, consequentemente, poderia atrair novos usuários.

Para quem desconhece o assunto, este recurso possibilita que os usuários de dispositivos Chrome tenham acesso total ao play store da Google e desta forma possam instalar​ qualquer aplicativo do Android nestes computadores.

Agora os usuários que não acreditavam no futuro do Chrome OS, porque achavam que se tratava de um sistema limitado e não producente, podem dar uma nova chance para este sistema.

Problemas e atrasos


Um ano se passou e infelizmente a versão final ainda não foi liberada e o que tudo indica é que o motivo esteja relacionado a problemas técnicos. Muitas aplicações não estão prontas para rodar em dispositivos de tela grande e não escalam bem em resoluções maiores. Há também relatos de baixa performance, travamentos e término abrupto de execução que inviabilizam o lançamento final.

Acho que a Google tomou uma decisão correta em adiar o lançamento final, já que se tentasse entregar o sistema no estado atual iria causar uma experiência ruim para o usuário e acabaria fazendo uma propaganda negativa do produto. Este cuidado em não antecipar algo que não se encontra pronto é muito importante para que os usuários mantenham a confiança na empresa e na plataforma.

Ela está tentando convencer os desenvolvedores a adaptarem seus apps para o formato de exibição e entrada de dados do Chrome OS, que não foram previstos originalmente nestas aplicações já que foram desenhadas para rodar primariamente em smartphones.
  

O que o futuro reserva para os Chromebooks


A Google está fazendo um trabalho sério para que os Chromebooks sejam vistos como um equipamento voltado tanto para o mercado consumidor quanto o empresarial. Trazendo apps Android para os Chromebooks incentivará a adoção deste sistema por parte dos usuários que não se sentem confortáveis em usar tecnologias baseada em nuvem. Estes usuários têm restrições na dependência dos Chromebooks com a Internet ou mesmo por considerar inseguro armazenar conteúdo sensível fora do seu domínio e com os apps Androids podem resolver esta questão.

Se ela for bem sucedida nesta iniciativa, impulsionará as vendas destes dispositivos e talvez aposente de vez os tablets Android e quem sabe até possa tomar uma parte do mercado dos Ipads. Acredito que quando esta tecnologia estiver madura o suficiente, o mercado reagirá positivamente criando novos dispositivos com novos recursos e veremos cada vez mais aplicações adaptadas para esta plataforma serem desenvolvidas e disponibilizadas para os usuários. Se isso é uma evolução positiva ou não, só o tempo dirá.


E você, o que acha que isto significará para o futuro dos Chromebooks? Acredita que é isso que o mercado está buscando? Deixe seu comentário abaixo e exponha a sua opinião.